CARNAVAL SEGURO: SAIBA COMO PROTEGER O SEU IMÓVEL

17/10/2016 Auto Defesa, Locais públicos, Segurança Pessoal, Dicas

Além dos meses de julho e dezembro, época de férias escolares, o Carnaval também está no calendário de milhares de famílias que costumam embarcar para viagens domésticas ou internacionais, de longa ou curta duração. Porém, antes de fazer as malas é necessário redobrar a atenção a importantes precauções para garantir a segurança do imóvel, que nesse período acaba ficando muitas vezes vazio e se torna alvo para a marginalidade.

Para aqueles que já possuem algum sistema eletrônico de segurança, e também para quem ainda não conta com essa cuidado extra, alguns cuidados são fundamentais, veja as dicas que Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança – ABESE preparou para o feriado. Além disso, a ABESE também alerta aqueles que ainda não usufruem desses equipamentos.

Dados divulgados pela ABESE mostram que, nos últimos dez anos, o mercado vem crescendo a taxas médias de 10% anualmente. Em 2012, o setor movimentou cerca de US$ 1,96 bilhão, equivalente a R$ 4,2 bilhões/ano: crescimento de 9% em comparação ao ano anterior, valor que deverá chegar a 11% em 2013.

Segurança Eletrônica:

• Informar a companhia de monitoramento sobre a sua ausência;

• Checar se os equipamentos estão com funcionamento e instalação adequados;

• É recomendável que seja utilizado equipamento com monitoramento e possibilidade de conexão remota, o que permite acompanhar em tempo real o que está acontecendo no imóvel;

• Apenas empresas especializadas estão capacitadas para fazer uma análise completa sobre as fragilidades do imóvel e recomendar a instalação de equipamentos específicos para neutralizá-las;

• Somente um estudo feito com critério pode tornar a segurança do imóvel menos vulnerável e dar ao proprietário a real dimensão dos equipamentos que necessita como quantidade de câmeras e sensores para se ter um sistema confiável;

• O ideal é a instalação de um alarme monitorado. Este, quando disparado, aciona imediatamente a central de monitoramento, que tomará as medidas necessárias para identificar se está havendo uma invasão no local.

Dicas Básicas para quem não tem:

• Deixe a chave da residência com um vizinho de confiança ou alguém que passe sempre na sua casa pelo menos uma vez ao dia;

• A pessoa responsável deve recolher a correspondência;

• Não deixar as luzes 24h ligadas, procurar mantê-las acesas apenas a noite;

• Observar a posição do cadeado, é preciso posicionar de forma que não facilite o emprego de serra;

• Também observar as janelas, é preciso que elas estejam travadas por dentro;

• Na garagem, o ideal é que seja dotada de uma chapa metálica, numa altura que não permita que o carro fique a mostra.


Fonte: Assessoria de comunicação da ABESE

OUTRAS DICAS

13 Dicas para você não cair no Golpe do Falso Sequestro

Quem nunca ouviu falar do golpe do falso seqüestro? É provável que você ou algum parente, vizinho, amigo, con...

LEIA MAIS

Celular: O objeto mais furtado atualmente

Atualmente você sabe qual é o objeto mais furtado no país? Já parou pra pensar? O aparelho celular tem sido ...

LEIA MAIS

Como se portar durante o assalto

Após o último ataque do PCC em São Paulo, 2 em cada 5 paulistanos mudaram radicalmente de comportamento em ...

LEIA MAIS